Em  2020, a Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade chegará à
África. O projeto prevê a abertura de uma comunidade missionária que oferecerá apoio espiritual e social às comunidades locais. Preparando-se para atuarem em Benguela, Angola, as irmãs Jéssica Luana de Sousa, Maria Aparecida Oliveira e Terezinha de Jesus Eusébio participaram do curso “Reinserção para missionários (as) ad gentes”, uma iniciativa promovida pelo Centro Cultural Missionário da CNBB, em Brasília.

A metodologia do curso, com duração de um mês, contempla momentos de partilha, troca de experiências, formação, oração, celebração e convivência fraterna. Aspectos históricos, culturais, antropológicos e espirituais dos países visitados são abordados por assistentes religiosos com ampla qualificação nas temáticas. A capacitação também ajuda a firmar nos participantes o propósito de cada um ao assumir a missão como projeto de vida. “Foi uma preparação muito intensa e muito rica, cheia de vivências e partilhas. A experiência abriu nossos olhos para uma realidade que não estamos acostumados, nos ensinou a olhar para o outro com os olhos do outro, respeitando sua história, sua cultura. De fato, nos equipou com as melhores ferramentas para essa nova vivência”, conta Irmã Jéssica.

O grupo de 29 participantes era composto por padres, leigos e religiosos dispostos a saírem de suas zonas de conforto para experimentar o mundo de outras pessoas, na dinâmica da fé. Entre eles, 60% compartilhavam o destino de suas missões, a África, onde chegarão mais seguros e capacitados para cumprir esse projeto, iluminados à luz da passagem do Evangelho de Lucas 10,33-34 O Bom Samaritano: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”.

Recanto Monsenhor Domingos oferece conexão com a natureza e o sagrado em Retiros Espirituais
África: Congregação amplia sua missão

Rua Calcedônia, nº 282. Prado - Belo Horizonte/MG
CEP: 30.411-103
 (31) 3371-1464 / (31) 3334-6111

ciansp@ciansp.com.br

 

WordPress Lightbox Plugin